No dia 6 de março de 1985 às 10 horas, reuniu-se a diretoria da AMAMSUL (Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul) em sua sede administrativa, quando deliberou criar a Escola Superior da Magistratura do Estado de Mato Grosso do Sul. No dia seguinte, no Plenário do Tribunal de Justiça, ocorreu a instalação da Escola então criada, que inicialmente foi designada pela sigla ESMA.

A Escola Superior da Magistratura foi oficializada pelo Tribunal de Justiça do Estado por meio da Resolução nº 42, de 23 de maio de 1985, publicada no Diário Oficial nº 1582, de 31 de março de 1985, com sede na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Na época de sua criação, presidia a AMAMSUL o Des. José Rizkallah, um de seus idealizadores. Os desembargadores Leão Neto do Carmo e Marco Antônio Cândia foram os primeiros diretores da Escola.

Desde então a ESMAGIS vem cumprindo seu propósito de atualização, aperfeiçoamento, extensão e especialização de magistrados, bacharéis em direito e servidores do judiciário, tudo com vistas ao bom desempenho da prestação jurisdicional. Para tanto a Escola vem promovendo diversos cursos, seminários, encontros, simpósios, palestras, tais como:

– Curso de Preparação à Magistratura;

– Cursos de Aperfeiçoamento para Magistrados;

– Cursos para novos juízes;

– Cursos para servidores da Justiça;

– Encontros Estaduais de Magistrados, etc.

Com o passar dos anos a Escola tem dado relevante contribuição ao ensino e à cultura, tendo adquirido respeito e reconhecimento das pessoas ligadas à esfera jurídica, graças à qualidade do ensino, à excelência de seus docentes e ao renome e prestígio dos conferencistas que por lá passaram. Dentre eles pode-se destacar: Luis Flávio Gomes, Nelson Nery Júnior, Vicente Grecco Filho, Álvaro Villaça de Azevedo, Roque Antônio Carraza, José Afonso da Silva, Ada Pelegrini Grinover, Cândido Dinamarco, Celso Antônio Bandeira de Mello, Antônio Carlos Marcato, Renan Lotufo, Ovídio A. Baptista da Silva, além dos Ministros Sydney Sanches, Rui Rosado de Aguiar e Vicente Leal de Araújo.

Desde 2003, a Esmagis mantém convênio com a Universidade Católica Dom Bosco, e assim confere título de especialista em Direito do Estado e das Relações Sociais aos alunos e ex-alunos que complementarem a carga horária do Curso de Preparação à Magistratura com 60 h/aula de Métodos e Técnicas de Pesquisa e Metodologia do Ensino Superior e que, ao final, elaborem monografia aprovada.